quinta-feira, setembro 25, 2008

The Bridge - A Ponte.

Traduzindo:
No começo, Deus e o homem estavam juntos, então o pecado entrou no mundo e separou o homem de Deus.
Jesus veio como uma ponte que uniu Deus ao homem novamente.

Não é preciso dizer muito mais, a salvação é simples assim, basta aceitar que Jesus se sacrificou por nós e Ele mesmo trata de "fazer a ponte" entre cada um de nós e o Pai.
Não é preciso entender o porque, nem como isso é possível, basta acreditar e ir ao encontro d'Ele e, em qualquer estado que nos encontremos, ele nos aceitará, sem reservas nem condições, a fé que temos em Jesus é suficiente para nos salvar. Pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie. (Efésios 2:8-9)

terça-feira, setembro 16, 2008

Eleições

Época de eleições, aparece um monte de pessoas na TV prometendo mundos e fundos. Tudo vira festa, ou, pelo menos, um bom motivo para os candidatos aparecerem, pela 1ª vez em certos lugares; chega a ser engraçado.
O prefeito vai às escolas, para verificar o bom andamento dos alunos. Por sorte ele não foi de sala em sala; ainda bem, não sei se deixaria entrar na minha sala.
Nessa época de "vale-tudo", é preciso ter conciência de seu voto e escolher bem o candidato (a) para depois não ficar com essa cara. 

Lista de sites úteis para ajudar na escolha:

Procure se informar sobre o seu candidato para não se arrependerdepois.

quinta-feira, setembro 11, 2008

Sptember 11th

O dia que os EUA
sentiram o gosto amargo do terrorismo


     Uma das mais ousadas e cruéis ações terroristas de toda a História aconteceu m
11 de setembro de 2001. Nesse dia, o mundo inteiro parou perplexo para
acompanhar o ataque que pôs abaixo um dos símbolos do poderio econômico
norte americano: as torres gêmeas do World Trade Center (WTC). Pelo local
costumavam transitar cerca de 200 mil pessoas, 50 mil dos quais
trabalhadores. O WTC tinha, no subterrâneo, um dos grandes entroncamentos
de trens urbanos da cidade de Nova York.


         Momentos mais tarde, em Washington, o Pentágono, Sede do Ministério
da Defesa e do Comando das Forças Armadas dos Estados Unidos, também era
atacado.


Relembre os fatos que marcaram para sempre o 11 de setembro


     Numa espantosa ação coordenada, e tendo como armas grandes jatos
comerciais seqüestrados - carregados de combustível -, terroristas lançaram
na terça-feira, 11 de setembro de 2001, um gigantesco e devastador ataque
contra os Estados Unidos.

    Às 08h45min,
um Boeing 767-200 da United Airlines - que decolara de Boston às 7h59 para o
vôo 175, rumo a Los Angeles, com 65 passageiros e nove tripulantes a bordo -
é desviado e se choca contra a torre sul do World Trade Center, em Nova
York. Pouco depois, às 9h03min, um segundo Boeing 767-200, da American
Airlines - que partira de Boston às 8h10 para o vôo 11, rumo a Los Angeles,
com 92 pessoas a bordo - atinge a torre norte do World Trade Center, diante
das câmeras de TV.





 
WTC
foi o primeiro alvo. Pentágono seria atacado em seguida.
 

     Às 9h40
ocorre o ataque ao Pentágono. Em Washington, um outro jato da American
Airlines (um Boeing 757) choca-se com instalações do Pentágono, nas
proximidades da área de pouso de helicópteros. Faria o vôo 77, do Aeroporto
de Dulles a San Francisco, com 58 passageiros e 11 tripulantes. Parte de um
dos edifícios do Pentágono ficou muito danificada. Em seguida, as
autoridades determinaram a evacuação da Casa Branca, Capitólio e
Departamento de Estado




 

  Momento exato em que uma das torres 
do World Trade Center era atingida




 

     A exemplo das
armas usadas - Boeings 767 e 757 da American e United Airlines, as duas
maiores empresas aéreas americanas - os alvos escolhidos para a horripilante
seqüência de atentados não poderiam ser mais simbólicos do poderio econômico
e militar dos EUA: as torres gêmeas World Trade Center, de 110 andares, no
coração do distrito financeiro de Nova York, que desabaram menos de uma hora
depois de serem atingidas nos andares superiores por dois aviões, com 18
minutos de intervalo; e o Pentágono, a sede do Ministério da Defesa e do
comando das forças armadas do país, nos arredores de Washington.



Essa reportagem foi
retirada da página  
http://www.unificado.com.br/calendario/09/especial.htm clique
no link para acessar o conteúdo original.

sábado, setembro 06, 2008

Desenhando

Faz tempo que eu não ponho nenhum desenho meu aqui, resolvi postar esse. Espero que gostem, amigos, e se alguém for usar como ilustração por favor ponha os créditos, eu não cobro nenhum direito autoral, mas por favor, isso é propriedade intelectual, eu criei e tracei essa personagem, se alguém usa de forma indevida eu não terei mais direito sobre ela. Então peço para porem os créditos, pois afinal não custa nada.

Esse deu um trabalhão, pois não conseguia fazer a proprção dela andando,  as pernas ficavam erradas, ora muito longas, ora muito curtas, ora muito longas.
Depois foi esse cabelo todo ai, que trauma desenhar, foi mais difícil ainda; mais dificil ainda foi colorir (by photoshop), principalmente nos limites entre as cores.
Enfim ficou pronto. Espero que todos gostem.