sexta-feira, dezembro 19, 2008

Quem sabe ainda sou um garotinho.

Tanto tempo passou, tanta coisa mudou desde que estas fotos foram tiradas, Tanta água já rolou e já moveu tanto o velho moinho da vida.

As vezes eu me pergunto: "Onde é que foi parar aquele garotinho que sorria nas fotos? O que terá acontecido com ele? Teria ele desaparecido quando me tornei homem? Teria sucumbido à maldade do mundo? Não teria resistido às desventuras que lhe sucederam?
Uma vozinha em minha cabeça começa a responder, com um tom que aumentou a cada resposta:
Está aí, lá no fundo; ficou mais forte; não; a maldade não o destruiu; resistiu e continuará resistindo.
Admito que é um dialogo um tanto estranho, mas quem disse que Deus tem que fazer sentido?
E ter Ele me respondido me dá uma boa esperança e, quem sabe,eu ainda sou um garotinho.

2 comentários:

Vivi disse...

Que bonitinho esse garotinho de cachinhos, rs.

Beijos, Junior!

RUBENS disse...

Jr. fique vc sabendo que o tempo passa e a gente não vê, porisso não durma muito, só o suficiente, não trabalhe demais, VIVA do jeito que te dá prazer.