sábado, dezembro 17, 2011

Fim de mais um ano


Mais um ano que acaba e pra variar o mundo , segundo alguns, vai acabar com 2012, então aproveite cada dia do ano que vem pois ele pode ser o último de nossas vidas, mas lembre-se, o mundo ia acabar no ano 2000 e já se passaram 11 anos, então, não faça bobagens, porque se o mundo não acabar vc vai arcar com as consequências

quarta-feira, novembro 09, 2011

"Música"

Ou a geração do Pente.

Tenho andado muito preocupado; sério, faz algum tempo que eu tenho ouvido meus alunos cantarem uma "música"¹ chamada "Um pente é um pente". Como sempre TENTO me manter atualizado resolvi ouvir a "música" - MALDITA HORA! - Juro que depois de ouvir eu tive depressão profunda, quase me matei.
O que eles chamam de "música" hoje em dia é uma lástima, não é por causa do ritmo, nem do estilo musical, nem o fato do Funk, em geral, estar relacionado às classes sociais mais desfavorecidas, até porque eu sou pobre também. Acontece que essa "música" não tem letra. (#Fato)
O vocalista apenas repete: Um pente é um pente, uma infinidade de vezes e depois: Traição é traição, Romance é romance, amor é amor, e um lance é um lance; e ,por fim, voltamos ao pente.
Que os "Autores"¹ dessa "letra"¹ me desculpem, mas isso é música? Sinceramente eu estou com saudades que a moda era ouvir pagode -gênero que, aliás, detesto -, pelo menos as letras do pagode tinham mais que cinco frases (isso contando a frase sem sentido Um pente é um pente, mesmo se pensarmos que pente seja uma gíria para algo mais, ainda sim a "letra" é muito pobre).
Se querem saber minha opinião, é esse tipo de "música" que tem colaborado para que o povo fique cada vez mais alienado e não perceba que os políticos estão fazendo de nós cidadãos massa de manobra, roubando bem diante dos nossos olhos aquilo que é nosso por direito, apelando sempre para o bom e velho Panis et Circenses, só que os palhaços somos nós que pagamos a conta da corrupção.
Creio que Marx diria agora: "Eu avisei".

1 Entre aspas porque EU não considero como tal, uma vez que a letra é muito pobre e vazia de significado.

sábado, outubro 08, 2011

De volta ao passado

Nessa ultima semana houve uma onda que se espalhou pela net: Os usuários das redes sociais mudaram a imagem de seus perfis para uma imagem de um desenho infantil ou de um herói de histórias em quadrinhos (HQ). Muita gente disse que era uma campanha contra o abuso de crianças, outros que era para lembrar da boa infância que tivemos. Acho que serviu a ambos propósitos.
Essa onda, creio eu, de reviver os bons anos da infância veio como um protesto contra tanta malda que se vê na televisão, jornais e na internet. Na minha opinião, esse movimento em prol da infância e da memória de uma época menos violenta, é um sinal que a população, não só do brasil, mas do mundo todo está cansada de ligar a TV e ver assassinatos, estupros, homofobia e intolerância em geral, cansada de saber de crimes com justificativas banais, como não aceitar o fim de um namoro. Cada dia que passa uma vida vale cada vez menos e as pessoas acham que vale tudo para conseguir o que se quer.
Agora tornou-se comum ligarmos a TV e vermos "O Caso do Menino X que entrou na escola e atirou, ou agrediu, alguém"; acho que nos tornamos tão consumistas que esquecemos o que é o amor, ou será que o consumimos? O que é mais importante? Seu filho ter a roupa da moda, ou o último celular lançado no mercado? Ou ter amor, carinho e, PRINCIPALMENTE, atenção? Como eu já postei aqui, se ensinarmos às nossas crianças que o importante é TER, então elas não saberão o que é SER.
Não é a toa que voltaram à cena filmes como o Zé colmeia, Os Smurfs e o Manda-chuva, as pessoas querem ver coisas que as lembrem do que é bom, da época que não se tinha que matar ninguém para ter um tênis da marca da moda, que se eu tivesse um tênis estava bem melhor que andar descalço. Ter o tênis virou status, respeitar os outros, recordação.

segunda-feira, agosto 22, 2011

Lanterna Verde

Para quem não sabe, meu herói favorito é o Lanterna Verde; todo mundo sempre gostou do Batman, do Super-Homem, do Capitão América, só eu do Lanterna; eu sempre gostei dele por dois motivos:

1 Um lanterna Verde não pode ter medo.

2 Por Causa do Juramento que ele deve fazer:

No dia mais claro, na noite mais densa
O mal sucumbirá ante a minha presença
Todo aquele que venera o mal há de temer
A luz do Lanterna Verde e o seu poder!

Imaginem se eu não surtei quando soube que iam fazer um filme, do Batman, do Super-Homem existem muitos, mas do Lanterna Verde esse foi o primeiro; eu fui assisti ao filme no dia 20, embora tenha gostado muito, fiquei triste de saber que muita gente criticou o filme. Mas vale a pena ver, para conhecer esse herói que é, como ele mesmo diz no filme, só humano.

quarta-feira, agosto 03, 2011

Eternamente responsável

Lembra-te apenas disso - disse a raposa.
Tu te tornas eternamente responsável por aquele que cativas.
(Antoine de Saint-Exupéry)

Atualmente a coisa mais difícil de se encontrar é uma pessoa que seja realmente responsável pelos seus filhos. Cada vez mais pais de alunos, ao invés de assumir a responsabilidade pelo mau comportamento do filho, justificam-no.
Antes de entrar em férias, uma mãe veio até a escola perguntar até que dia iriam as aulas, respondi que até sexta-feira dia 08/06 e ela disse:
-Ainda bem! Porque quando ele fica em casa eu não consigo ver televisão! Ele não deixa! Não para de Falar!
O curioso é que ela espera que os professores ensinem ao filho dela o que é respeito, ou quando ele deve ficar em silêncio, etc. É como eu sempre digo, a educação familiar foi terceirizada para a escola, ou seja, ficou a cargo da escola ensinar coisas que vem do berço. Estou farto desse tipo de pai que acha que o filho pode tudo, ou que é mau compreendido. Tratam como reis em casa e esperam que os professores deem conta de, além de suas disciplinas, ensinar o que deveria vir de casa.
Limites são importantes, uma criança sem limites em casa, jamais respeitará o professor, a não ser que seja à base do Terror, ou seja, ameaçando reprovar ou tirar pontos da nota; coisa que, aliás, sou contra. Estamos numa época em que as crianças podem tudo, os pais não mandam nada, os professores (segundo o governo) são despreparados.
Pergunto: - O que será do nosso país, se cada vez mais é valorizado aquele que, sem mérito, ganha dinheiro, muitas vezes de forma ilegal? Se basta ter uma "Bunda" bonita e sair na capa da revista para ganhar milhões? Se basta aparecer em um reality show para ser famoso? Como pode esse país ser levado a sério se ninguém leva a sério a educação?
Todos devemos aprender a lição que a raposa ensinou ao Pequeno Príncipe, que ao cativarmos alguém, somos responsáveis por ele, isso se aplica à política, aos pais, em fim, a todos; pois um politico é responsável pelas pessoas que votaram nele, os pais por seu filhos, e todos pelo país que queremos ter.

"Responsabilidade: um fardo descartável e facilmente transferido para os ombros de Deus, do Destino, da Sina, da Sorte, ou do nosso vizinho. Nos tempos da astrologia, era comum descarregá-lo para cima de uma estrela."
(Ambrose Bierce)

O Brasil só não cai no buraco, pois o buraco é obra de algum político corrupto e nunca foi terminado.

video

quarta-feira, julho 20, 2011

Férias

Estou de férias, o que não quer dizer que não tenho feito nada. Para falar a verdade eu tenho lido bastante e estudado, sim, aproveito as férias para adiantar leituras do meu TCC entre outras coisas.

Mudando de assinto:

Eu sei que andei meio afastado e até negligente com meu bloguinho, acontece que ninguém comenta e acho que ninguém lê o que eu tenho escrito, porém, como eu já disse muitas vezes, eu posto aqui mais para mim que para os outros, mas se você por acaso ler meu blog, não custa deixar um comentário, assim pelo menos tem algum feedback.

Por hoje é isso
Até.

quinta-feira, junho 02, 2011

Desperate teachers *

O que é, o que é? Tem dois, ou mais, empregos, ganha mal, trabalha em casa e é responsável pelo futuro da nação?



* Professores Desesperados; referência à série Desperate Housewives.

segunda-feira, maio 16, 2011

Segundas-feiras e a síndome de Garfield

Com diria o Garfield: Vamos comemorar que a terça-feira finalmente chegou? Garfield "nasceu" numa segunda-feira, mas a odeia. Freqüentemente as tirinhas de começo da semana mostram gato se esborrachando (ou reclamando).

Essa segunda-feira foi boa só no começo, pois eu acordei do lado da mulher que amo; a Cris, mas tenho trabalho da faculdade para fazer e tive que faltar do trabalho hoje

quarta-feira, maio 11, 2011

Fracasso

Ou a teoria do quase.

Nada causa mais frustração que falhar naquilo que é nossa responsabilidade, mas quando a responsabilidade não é só nossa? Quando boa parte da "culpa" pelo fracasso advém da incompetência e omissão alheia? E, quando quem é de fato responsável por uma situação ruim diz que a "culpa" é sua?
Estava eu numa discussão na aula de estatística quando o professor me sai com essa:
- Hoje, no estado de São Paulo, existem 50 mil professores de licença saúde. É por isso que a educação está assim.
Espera aí! Para tudo! Concordo que é realmente um número grande, mas por acaso, já viu quais as condições de trabalho dos professores? Muitos não tem material, apoio, e, em alguns casos, nem sala de aula (lembram das "escolas de lata"?).
A educação está assim porque o estado não faz investimento nos profissionais, por exemplo, faz quase 20 anos que não existe aumento real de salário para nós professores. Para ganhar 1200 reais temos que trabalhar 30 horas semanais isso com diploma universitário, um empregado de uma indústria aqui na minha cidade, para trabalhar o mesmo número de horas pode ganhar até 2100 dependendo do horário que trabalha e com a vantagem de não levar trabalho para casa (só com o diploma do ensino médio).
Enquanto nós professores temos que lidar com a constante falta de respeito, e, em alguns casos, violência no seu cotidiano, além de planejar aulas e corrigir trabalhos, provas e outras atividades sem receber hora extra. Como em todas as profissões existem aqueles que não se dedicam de fato ao que fazem, mas para mim esses são a minoria.



Fracasso
Pitty
O êxito tem vários pais
Órfão é o seu revés
"Aos que sofrem, por fim o céu"
Abranda a raiva
O que trago sobre os ombros é meu e é só meu
Sustento sem implorar a benção e o pesar
Mais vil é desdenhar do que não se pode ter
Vive tão disperso, olha pros lados demais
Não vê que o futuro é você quem faz
Porque o fracasso lhe subiu a cabeça
Atribui ao outro a culpa por não ter mais
Declara as uvas verdes, mas não fica em paz
Porque o fracasso lhe subiu a cabeça
O maestro bem falou
A ofensa é pessoal
Quem aponta o traidor
É quem foi traído
Já sabe o que é cair, ao menos tentou ficar de pé
E, vítima de si, despreza o que nunca vai ter
O mais verde é sempre além do que se pode ter
Vive tão disperso, olha pros lados demais
Não vê que o futuro é você quem faz
Porque o fracasso lhe subiu a cabeça
Atribui ao outro a culpa por não ter mais
Declara as uvas verdes, mas não fica em paz
Porque o fracasso lhe subiu a cabeça
Vive tão disperso, olha pros lados demais
Não vê que o futuro é você quem faz
Porque o fracasso lhe subiu a cabeça
Atribui ao outro a culpa por não ter mais
Declara as uvas verdes, mas não fica em paz
Porque o fracasso lhe subiu a cabeça
Ah, porque o fracasso lhe subiu a cabeça
Ah, porque o fracasso lhe subiu a cabeça

quarta-feira, abril 20, 2011

Mais uma vez*

*Mais Uma Vez
Renato Russo
Mas é claro que o Sol
Vai voltar amanhã
Mais uma vez, eu sei
Escuridão já vi pior
De endoidecer gente sã
Espera que o Sol já vem

Tem gente que está do mesmo lado que você
Mas deveria estar do lado de lá
Tem gente que machuca os outros
Tem gente que não sabe amar
Tem gente enganando a gente
Veja nossa vida como está
Mas eu sei que um dia a gente aprende
Se você quiser alguém em quem confiar
Confie em si mesmo
Quem acredita sempre alcança

Mas é claro que o Sol
Vai voltar amanhã
Mais uma vez, eu sei
Escuridão já vi pior
De endoidecer gente sã
Espera que o Sol já vem

Nunca deixe que lhe digam
Que não vale a pena acreditar no sonho que se tem
Ou que seus planos nunca vão dar certo
Ou que você nunca vai ser alguém
Tem gente que machuca os outros
Tem gente que não sabe amar
Mas eu sei que um dia a gente aprende
Se você quiser alguém em quem confiar
Confie em si mesmo
Quem acredita sempre alcança(7x)

Eu queria postar alguma coisa, mas estou sem inspiração, logo pus uma música do Legião que é uma banda que sempre vale a pena ouvir.

sexta-feira, abril 15, 2011

Valsinha



Um dia ele chegou tão diferente do seu jeito de sempre chegar
Olhou-a dum jeito muito mais quente do que sempre costumava olhar
E não maldisse a vida tanto quanto era seu jeito de sempre falar
E nem deixou-a só num canto, pra seu grande espanto convidou-a pra rodar

Então ela se fez bonita como há muito tempo não queria ousar
Com seu vestido decotado cheirando a guardado de tanto esperar
Depois os dois deram-se os braços como há muito tempo não se usava dar
E cheios de ternura e graça foram para a praça e começaram a se abraçar

E ali dançaram tanta dança que a vizinhança toda despertou
E foi tanta felicidade que toda a cidade enfim se iluminou
E foram tantos beijos loucos
Tantos gritos roucos como não se ouvia mais
Que o mundo compreendeu
E o dia amanheceu
Em paz

*Chico Buarque de Holanda
http://www.vagalume.com.br/chico-buarque/valsinha.html#ixzz1Jddy6zzg

segunda-feira, março 21, 2011

Very beyond the color from skins*

diff

Uma das coisa mais inuteis que existe é o preconceito e, infelizmente, existem muitas formas de preconceito; o mais comun deles é o preconceito em relação à cor da pele das pessoas.

E o que importa a cor da pele das pessoas? Se pensarmos bem, genéticamente falando, pode haver mais diferenças entre duas pessoas da mesma “raça” do que entre um branco e um negro, por exemplo, muitas vezes nas doações de medula óssea, por exemplo, há muitos casos em que a pessoa mais compativél geneticamente com um paciente é de outra “raça”. O que isso siguinifica?

Significa que acreditar que a “raça” X é melhor que a “raça” Y não tem o menor fundamento genético e tampouco cultural, uma vez que todas as “raças” produziram grandes civilizações ao longo da história.

Muita gente pré-julga os outros só por causa da cor da pele, mas a cor da pele não passa de aparência, vejam meu exemplo, a maioria das pessoas que vê minhas fotos, ou me ve andando por aí, acredita que eu “pertenço à raça branca”, mas se essas pessoas conhecerem meu pai, ou meus avós paternos verá que eu descendo, na verdade de negros, ídios e brancos, o que torna impossivél me classificar em uma “raça”, mesmo quando existiam aquelas classificações absurdas de antigamente.

Preconceito

Sinceramente, eu concordo com o Felipe Neto, todo mundo tem preconceito, mas acho que devemos quebrar o preconceito e tentar conhecer as pessoas e então jugá-las pelo que elas são, pelos seu atos e não pelo preconceito que temos delas.

Lembre-se: Preconceito é crime inafiançavel e imprescritível.




*Muito além da cor da pele

quarta-feira, fevereiro 16, 2011

Só por hoje...

Hoje

Hoje senti saudade
e ouvir tua voz
e de sermos só nós.
Senti, de tua face
ver, vontade
Hoje quero que me abraces;
Verdade!
não posso esperar até amanhã,
porque amanhã será outro de hoje e
sentirei necessidade de isso tudo de novo.
Leci Generoso Lopes Junior



Só Hoje

Jota Quest


Hoje eu preciso te encontrar de qualquer jeito
Nem que seja só pra te levar pra casa
Depois de um dia normal
Olhar teus olhos de promessas fáceis
E te beijar a boca de um jeito que te faça rir

Hoje eu preciso te abraçar
Sentir teu cheiro de roupa limpa
Pra esquecer os meus anseios e dormir em paz

Hoje eu preciso ouvir qualquer palavra tua
Qualquer frase exagerada que me faça sentir alegria
Em estar vivo

Hoje eu preciso tomar um café, ouvindo você suspirar
Me dizendo que eu sou causador da tua insônia
Que eu faço tudo errado sempre

Hoje preciso de você
Com qualquer humor, com qualquer sorriso
Hoje só tua presença
Vai me deixar feliz
Só hoje.

Carpe diem quam minimum credula postero
Tu ne quaesieris, scire nefas, quem mihi, quem tibi
finem di dederint, Leuconoe, nec Babylonios
temptaris numeros. ut melius, quidquid erit, pati.
seu pluris hiemes seu tribuit Iuppiter ultimam,
quae nunc oppositis debilitat pumicibus mare
Tyrrhenum: sapias, vina liques et spatio brevi
spem longam reseces. dum loquimur, fugerit invida
aetas: carpe diem quam minimum credula postero.

Odes (I, 11.8) do poeta romano Horácio (65 - 8 AC).

Aproveita o dia, confia o mínimo no amanhã
Não pergunte, saber é proibido, o fim que os deuses
darão a mim ou a você, Leuconoe, com os adivinhos da Babilônia
não brinque. É melhor apenas lidar com o que cruza o seu caminho
Se muitos invernos Júpiter te dará ou se este é o último,
que agora bate nas rochas da praia com as ondas do mar
Tirreno: seja sábio, beba seu vinho e para o curto prazo
renove suas esperanças. Mesmo enquanto falamos, o tempo ciumento está fugindo de nós.
Aproveita o dia, confia o mínimo no amanhã.

domingo, janeiro 30, 2011

Frustração

Definição de Frustração

Estado daquele que esta submetido a uma situação insolúvel, se vê privado da satisfação de um desejo frustrado nas suas expectativas de recompensa ou bloqueado na sua ação.
Sentimento que flui quando não se consegue alcançar o objetivo proposto e pelo qual se lutou. Sente ansiedade, raiva, depressão, angústia, ira.

Este mês estou me sentindo Frustrado, pois; embora eu tenha passado em todos os concursos públicos que prestei, minha classificação não foi suficiente para assumir os cargos que pretendia. Não é que eu fiquei mal colocado, no concurso municipal eu fiquei em 6º lugar e no estadual eu fiquei em 1550º lugar em língua portuguesa e 2750º lugar em língua inglesa (sendo que haviam mais de 100 mil candidatos para 10 mil vagas).
Mesmo assim, ainda não fui convocado em nenhum dos dois. É isso que tem me frustrado, eu tinha/tenho esperança de conseguir os dois cargos, assim poderia finalmente ter estabilidade para começar, junto com minha namorada Cristiane, construir a casa onde moraremos.
A única boa notícia desse mês é que novamente eu passei no processo seletivo em Santa Gertrudes e vou continuar trabalhando. Mas não desistirei.

Imagem tirada de http://www.fotolog.com.br/slackers/44373789.

domingo, janeiro 16, 2011

Oceano

Um dia Qualquer

Um dia eu acordei bem
só, eu só,
Mas eu sozinho não sou nada.
Procurei, então, o céu
e o encontrei azul;
mas azul só
não me contenta.
Procurei mar
e o encontrei oceano,
mas oceano só
não me consola.
Encontrei, meio sem querer,
Você
que me completa, contenta e consola.

Passei os últimos 9 dias, com minha namorada; Cristiane, em Ubatumirim, uma das 70 praias de Ubatuba. Estivemos todos os dias na praia, conheci um lugar onde o mar parece um lago de tão calmo; onde montanha, floresta, rios e mar se encontram, tão belo que qualquer descrição que faça não fará jus à beleza do lugar, mesmo a foto que esta ali em cima, do lado da poesia, é apenas uma representação e, embora seja a imagem fiel do lugar em que estive, não mostra a sensação de ter estado lá; ainda mais com uma pessoa maravilhosa como minha namorada.
Foram, com certeza, as melhores férias que já tive, até agora. Só posso agradecer por ter tido tal oportunidade, pois para mim, não há nada mais belo que o mar - como eu costumo dizer, eu sou um peixe que nasci homem por acaso - e quando se juntam montanhas, florestas e rios é como se estivesse no paraíso.
Agora voltamos à Vida de Junior de sempre